Sorvete com fuzil e calda de pistolas

Quem mora aqui já está acostumado. Quem visita, se surpreende com o poderio bélico da polícia carioca.

Trabalho num bairro que é invisível a qualquer guia turístico: o Rio Comprido. O gringo, sem saber, passa sobre ele obrigatoriamente para chegar ao aeroporto, mas é embaixo onde a coisa acontece. Hoje, cruzei com dois PMs. O primeiro não chamou a atenção – quem mora no Rio já está acostumado a ver fardados com seus fuzis AR-15.

O segundo atraiu meu olhar. Como um caubói, carregava duas pistolas enfiadas na calça. Nada de coldre. Há alguns anos a imprensa cobriu com força denúncias de uso de armas frias pela polícia, com numeração apagada e sem registro.

A polícia carioca é uma das poucas no mundo com armamento pesado. Já ouvi mais de uma história sobre disparos acidentais de fuzis, que ferem os próprios policiais e civis. Cada AR-15 tem sua trava de segurança. Hoje me perguntei se ela estava ligada enquanto o sundae era servido.

1 Comment so far

  1. Nuno Virgílio (unregistered) on July 14th, 2006 @ 11:42 am

    Os PMs do Rio são gordos e fora de forma, coitados. Precisam de armamento pesado pra se defender dos bandidos.



Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.