La Cueva – Bug

Semana passada fiz uma incursão à festa Bug, no La Cueva, em Copacabana. Quem lê os suplementos culturais da cidade já deve ter ouvido falar do evento, que ocupou bom espaço há uns meses.

Era aniversário de uma amiga e aproveitei para conhecer o espaço, que me diziam ser pitoresco. Basta visitar a homepage do lugar para perceber que não é para corações fracos. O La Cueva é denominado por seus proprietários como “uma casa gay destinada ao entretenimento de homens maduros”. A Bug ficou conhecida por quebrar essa rotina, de certa forma.

O La Cueva é diferente de qualquer outra discoteca do Rio, e não é pelo público. Fica no subsolo de uma galeria no centro de Copacanana e é como uma caverna, com paredes disformes, muito concreto e vários nichos para acomodar os casais.

pista.jpg

Mesmo com o apelo, a Bug apenas reduziu a faixa etária do público, que continua homossexual na grande maioria. Para mim, isso não é problema, mas pode ser para quem não está acostumado. Bem pior é a lotação exagerada – no melhor da festa é bem complicado dançar e chegar até o banheiro.

A música é bacana, eletro de boa qualidade. O sistema de som e o jogo de luzes dão conta do recado. O mesmo não se pode dizer da exaustão de ar. Nas várias horas em que estive na caverna não encontrei exaustores e a fumaça torna-se um problema até para quem fuma, como eu.

A casa não tem cartela e é preciso pagar por cada item que consumir. Gosto dessa forma, mas o escuro e a multidão dificultam encontrar o dinheiro.

O La Cueva fica na Rua Miguel Lemos, nº 51 – Subsolo – Copacabana
Telefone: (21) 2267-1364

Comments are closed.


Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.