A Era Balão Mágico

Uma geração inteira ficou marcada pelos vôos do Balão Mágico, programa infantil transmitido pela Rede Globo entre 1983 e 1986; tendo sido substituído por uma loura oxigenada vestindo minissaias/shortinhos ultra sexy e cantando músicas com letras sobre sedução ou às vezes sobre personagens de desenhos animados americanos. O Balão Mágico era um quarteto: Simony, Jairzinho, Mike e Tob; que juntos venderam mais de 10 milhões de discos com as músicas do programa, que era realmente divertido e enriquecedor para as crianças da época. Às vezes contavam com a ajuda dos grandes: atores, cantores ou humoristas célebres da época faziam participações especias, contracenando com os pequenos em suas histórias e aventuras. Inteiramente gravado no Rio de Janeiro – e contando com um bocado de cenas externas – era o símbolo de uma infância feliz em terras cariocas.

Foi durante esta “era Balão Mágico”, de estética lúdica e narrativa quase psicodélica, que a Globo produziu alguns de seus melhores especiais infantis, sempre em formato “aventuras musicais”: a Arca de Noé, Pirlimpimpim e o antológico Plunct-Plact-Zum (em 1984), que trazia estrelas da época como Jô Soares, Aretha, Maria Bethania, Zé Rodrix, Fafá de Belém e Raul Seixas. Este último responsável pelo maior hit do especial, o inesquecível “Carimbador Maluco”, título da canção que até hoje empolga adultos e crianças. Raul Seixas foi um cantor que começou a carreira tentando imitar seus ídolos do rock americano, mas que logo tomou caminhos mais originais; tendo se tornado um dos mais representativos artistas de sua época. Meio louco e meio hippie, compôs com seu melhor amigo Paulo Coelho canções que até hoje influenciam o rock brasileiro. Raul Seixas morreu em 1989 por conta do alcoolismo, já Paulo Coelho tornou-se um publicitário e anos depois resolveu largar tudo para tornar-se escritor. Quanto ao Balão Mágico: Simony tornou-se uma celebridade trash na imprensa marrom, Mike – filho do célebre ladrão inglês Ronald Biggs – sumiu do showbiz, assim como Tob; e Jairzinho tornou-se um músico medíocre, ao tentar seguir os passos do pai Jair Rodrigues, um importante nome do samba brasileiro entre as décadas de 60 e 80.

Algumas crianças, hoje em corpos de adultos, às vezes ainda vislumbram um imenso balão azul nos céus do Rio.

5 Comments so far

  1. Nix (unregistered) on August 9th, 2006 @ 6:26 pm

    Pô, mas esse vídeo é do Pluct-Pact-Zoom. :P


  2. maíra (unregistered) on August 9th, 2006 @ 6:53 pm

    é!
    tb fiquei procurando a simony e nada… rs adooooro o ursinho pimpão.


  3. Cid Andrade (unregistered) on August 9th, 2006 @ 6:54 pm

    Memória truncada.. :-)
    já corrigi


  4. letícia (unregistered) on August 10th, 2006 @ 4:10 pm

    eu era muito novinha, mas tenho uns resíduos de memória disso.


  5. jaine (unregistered) on August 12th, 2006 @ 10:46 pm

    amo a symony d +++



Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.