Água mineral

guandu.jpg

Esta semana faz um ano que, em casa, troquei a água do filtro por água mineral. Há tempos eu me inquietava com a qualidade da água, sem saber ao certo o quão o liquido que a Cedae fornece avacalhava minha saúde. O gosto era ruim, uma água pesada, enfim, talvez pelo excesso de cloro, “que precisa ser em quantidade suficiente pra esterelizar este troço”, pensava eu. Foi quando um conhecido comentou que de longa data tinha problemas gástricos: azia, estômago pesado, gases, uma coisa chata à beça; e que tudo foi pelos ares (os gases inclusive) quando por conselho da vizinha adotou os garrafões de 20 litros de água mineral. Contei a ele que tinha azia com frequência e que estava cismado com a água da Cedae. Fiquei com aquilo na cabeça as semanas seguintes, me lembrando que certa vez um amigo comentou que a água do Guandú vira e mexe fica contaminada por alumínio, o que além de ser um merdelê danado pro nosso corpo, causa o que ele chama de “chime”, que são umas tremedeiras nas pálbebras. Ou qualquer outro músculo do corpo que resolva se mexer sozinho, à sua total revelia.

Almoço de domingo na casa de mamãe, comento o assunto por saber que ela poderá me dar informações privilegiadas; trabalha num hospital lá onde judas cortou o pé e de vez em quando dá umas voltas nas redondezas do Guandú. “Meu filho, aquilo ali é uma favela só. Um monte de barraco ali, nas margens, quase palafita, jogando esgoto na água, sofá, tampa de privada, haja cloro pra matar aquela sujeira toda. E não é um pedacinho do rio não, são pelo menos uns 5 km assim…”..

Desde então consumo garrafões Cascataí, oriundos de Cachoeira de Macacú, e dou meu testemunho: terminaram as azias, os sucos ficaram mais gostosos, o café e os chás idem. Até o sono ficou melhor! Cada garrafão custa R$6 e o consumo de um casal fica em torno de 1 garrafão por semana. É isso aí: além de pagar impostos pra não ter sistema de saúde, nem de educação, agora por força das circunstâncias pago R$24 de conta de água “suplementar”. As águas rolam e continuamos nesta direção de pagarmos tudo dobrado. Uma cidadania “dub”. Viva o Brasil-sil, via o Rio de Janeiro-eiro, viva a Cedae-ae!

2 Comments so far

  1. Nuno Virgílio (unregistered) on August 29th, 2006 @ 1:22 pm

    Vou continuar bebendo a água do Guandu na esperança de me tornar um X-Men.


  2. letícia (unregistered) on September 15th, 2006 @ 5:47 pm

    vez ou outra eu tenho esse “chime”

    será q é da água?
    ai…



Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.