Minha primeira vez na Pista 3

Ontem fui conhecer a Pista 3, novo clube da cidade e mais um ovinho na cesta do Grupo Empresarial Casa da Matriz Investimentos e Corporações & Sons Ilimitada.

Tava rolando a festa Norótica, com a mesma turma de Djs da sempre muito boa Phunk!. A Pista 3 fica na rua São João Batista, em Botafogo, no mesmo prédio ocupado até pouco tempo pelo nômade Bukowski, o Clube Andarilho do Rio, que agora foi pra rua Álvaro Ramos, também em Botafogo – mas (dizem alguns) até maio poderá acompanhar o movimento das andorinhas e migrar com elas para o Canadá.

A proposta da Pista 3, pelo que eu saquei, não tem mistério: é dar espaço às festas de outros produtores da cidade e agendar noites de rock, eletrônico, hip hop e funk. Na verdade, a Pista 3 se explica pelo nome: é uma extensão natural da Casa da Matriz, que fica ali do lado (e tem duas pistas…)

O lugar não tem nada de mais, nem de menos. Pra ser sincero, achei tudo muito igual ao Bukowski (até o público). Tirando a reforma – dói no coração imaginar como aqueles banheiros novos em folha poderão estar daqui a um ano – e o deslocamento da cabine do DJ do alto para a altura da pista, não vi nada de muito novo. A disposição dos ambientes não foi alterada, e continuam rolando a pista embaixo e o bar/lounge lá em cima.

A ti, Pista 3, os nossos desejos de vida e longa e sucesso. É uma alegria quando os corajosos produtores e DJs da noite carioca ganham mais um espaço para fazer suas festas – e a rapaziada pode contar com mais uma pista de baile pra descascar o Vulcabrás.

Considerações gerais da noite de ontem:

1. Definição de uma querida amiga pro jeito Phunk de ser: “Isto aqui é o indie funk!”

2. Poucas coisas são mais ridículas como os manés que vão a uma boate e ficam impacientes com as gatinhas que não dão mole pra eles. Ontem vi alguns assim, circulando que nem mosca em cima de bicho morto.

3. A garota tava dançando com um cara e me olhando. E me olhando… Aí veio em minha direção e falou no meu ouvido:
– Escuta, você fuma maconha?
– Não mais – respondi.
– Ah, que pena… É que eu tô ali dançando com o meu amigo, e aí a gente queria fumar um, mas a gente não sabe apertar. Aí eu pensei que talvez você soubesse, e quisesse apertar um pra gente, porque eu queria muito fumar um com você.

Gente criativa é outro nível, né não?

15 Comments so far

  1. Gleidson (unregistered) on January 22nd, 2007 @ 7:56 am

    rsrs Apertou ela?!


  2. Sofia (unregistered) on January 22nd, 2007 @ 12:59 pm

    Também fiquei curiosa: apertou ou não?


  3. Nuno Virgílio Neto (unregistered) on January 22nd, 2007 @ 5:26 pm

    Gleidson e Sofia,

    Como assim, cês acham que a mulher tava me dando mole????


  4. Ângela (unregistered) on January 22nd, 2007 @ 6:18 pm

    como assim, claro que tava te dando mole. ieuem.
    eu ainda nao fui lá. vou essa semana sem farta.


  5. J. Menezes (unregistered) on January 22nd, 2007 @ 6:36 pm

    Eu comia.


  6. Bruna Facci (unregistered) on January 22nd, 2007 @ 7:02 pm

    Que notícia ótima! Mais um lugar pra gente se estragar na noite. Mas, gente, outro aborrecimento da cidade: não pode mais fumar maconha na Matriz? Não pode mais… Mas não precisa ser agressivo nem grosseiro também, não é? Outro dia eu estava lá embaixo bebendo cerveja com uma amiga enquanto o resto do pessoal tinha subido pra fumar. Quando subi estava rolando o maior barraco armado pelo segurança e até queriam colocar um amigo meu pra fora da casa. Ai, que saco!


  7. Gleidson (unregistered) on January 23rd, 2007 @ 9:05 am

    Isso, isso! Vamos todos!


  8. Lene (unregistered) on January 23rd, 2007 @ 10:42 am

    eu tava lá na Norótica tb!! a música tava muito boa, a casa não mudou nada de quando era o Bukowski, mas essa parada que comentaste dos caras ficarem impacientes, foi real, eles enchiam o saco! teve um menino que chegou pra mim e disse: “vem cá, vc veio aqui só pra dançar ou pra beijar na boca?” é claro que uma boa ignorada é a melhor resposta pra esse tipo né? Paz!


  9. Joca (unregistered) on January 23rd, 2007 @ 11:58 am

    fala Nuno… eu, como produtor dessa festa aí, fiquei feliz com o post. infelizmente não temos como filtrar os manés que vão pra zoar… o engraçado é que fiquei sabendo disso aqui, ao longe me parecia que todos estavam se divertindo…
    grande abraço e apareça sempre na Norótica!
    a proxima é em março.

    PS – vou adotar o “indie funk”, rsrsrs.


  10. Marcelo (unregistered) on January 23rd, 2007 @ 1:01 pm

    Como é que o segurança diz que um lugar está lotado quando há 5 pessoas no andar de cima, onde cabem 100? Coisas do meu rrrrrrrrrrrio…


  11. Gleidson (unregistered) on January 23rd, 2007 @ 3:56 pm

    Ai… vou ver se conheco este lugar ae…
    Acho q sexta tem reagge lá…!

    Será que vou fazer sucesso com as garotinhas que nem o Nuno fez?! hehe


  12. Bete (unregistered) on January 24th, 2007 @ 10:17 am

    Eu fui no dia anterior, e acreditem.. acabou a música no auge da festa! Um amplificador estourou e ficamos muiiito tempo sem música, pode?


  13. Joca (unregistered) on January 24th, 2007 @ 12:57 pm

    é verdade, Bete… na Maldita queimou a parada pelo super aquecimento, mas depois voltou a funcionar, pelo que eu soube. e gleidson, sexta rola reggae sim, com os djs calbuque e marcelinho dalua + o dj convidado gu-mix (austria). abraços.


  14. dani labra (unregistered) on January 24th, 2007 @ 4:24 pm

    Oi gente, só prá lembrar que Norótica é um projeto dos DJ Miró e Coisa Fina (Phunk!) e do DJ Torto. O repertório da Norótica é mais eletrofunkjunglehouse. Dá prá rebolar bastante também…

    rsrsrs.

    abraços!


  15. (unregistered) on January 24th, 2007 @ 4:45 pm

    E quem quiser ficar sabendo mais da Norótica, ela tem sua comunidade no orkut: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=25389217



Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.