Parabéns pra você

Aniversário da Cidade

1º de março ou 20 de janeiro?
Muitos ficam indecisos entre as duas datas. Por isso, inúmeras vezes se tem comemorado o aniversário do Rio de Janeiro no dia do santo padroeiro. Para afastar quaisquer dúvidas, fica aqui registrado sucintamente o episódio de fundação da cidade. Em 1555, os franceses invadiram o Rio de Janeiro pretendendo aqui fundar uma colônia. Em 1564, os portugueses resolveram, enfim, organizar uma expedição para expulsá-los e fundar uma cidade fortificada com o objetivo de impedir para sempre outras investidas. Estácio de Sá, sobrinho do governador Mem de Sá, chegou em terras cariocas no dia 28 de fevereiro com alguns navios e soldados, desembarcando na praia entre o morro Cara de Cão e o Pão de Açúcar. No dia seguinte, 1º de março de 1565, fundou oficialmente a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, em homenagem ao rei menino de Portugal e escolheu o santo de mesmo nome para padroeiro, a quem se presta homenagem no dia 20 de janeiro.

Tirado do site da prefeitura, RÁ!

Cá entre nós, o Rio tá velho e com Alzheimer.
Mas continua com sua beleza de Sean Connery.

Vai entender.

8 Comments so far

  1. marcelojhonas (unregistered) on March 1st, 2007 @ 8:07 pm

    Velho?
    O Rio é adolescente, nega.


  2. letícia - herself (unregistered) on March 1st, 2007 @ 9:20 pm

    tô achando velho, nego.


  3. LP (unregistered) on March 1st, 2007 @ 10:34 pm

    Janeiro, Rio de Janeiro.


  4. Gleidson (unregistered) on March 1st, 2007 @ 11:11 pm

    ok, ok… não briguem meninas e meninos!
    O Rio, então, é um adolescente problemático! Daqueles com mentalidade de velho!

    Sean Connery foi legal! rs


  5. LP (unregistered) on March 1st, 2007 @ 11:12 pm

    e agora, com vocês, a verdadeira e cruel história sobre a expulsão dos bleaus pelos portugas:
    Depois de sofrer, durante décadas, com várias invasões seguidas, a cidade foi atacada em 1711 pelos corsários e pilantras Jean Francois Du Clerc e Duguay-Trouin. Chegaram em 17 navios e ocuparam e saquearam a cidade durante dois meses inteiros, tocando o terror geral na rapaziada local, índios e portugueses. Depois de pilhar e afugentar a população para o interior, o tal Duguay-Troin exigiu o pagamento de um resgate sob pena de vir a destruir a porra toda. Somente depois de receber o valor acordado – assim faziam, invadiam e depois extorquiam – os bandidos deixaram a cidade. Mais ou menos o que os americanos pretendem fazer no Iraque. Ah, esses povos civilizados…


  6. Dani (unregistered) on March 2nd, 2007 @ 12:48 pm

    Concordo com o Gleidson :)


  7. J. Menezes (unregistered) on March 2nd, 2007 @ 6:21 pm

    Concordo com a Dani


  8. Bruna F. (unregistered) on March 2nd, 2007 @ 7:25 pm

    idem J. Menezes!



Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.