Stills

O ônibus vai partir. Dois senhores e uma moça trocam bons modos na entrada do veículo: Por favor, entre você. Não, por favor, entre o senhor. Não, pode ir! Por favor… Não, entre você. Não, pode entrar! (…)

O cara grandão vem de boné branco, tênis e meia, camiseta branca com propaganda da Petrobrás — cobrindo o barrigão — pra dentro da bermuda azul bebê. Caminha arrastando os pés, sugando um canudinho numa lata de guaraná… Passa, me olha de sobrolho com perfeita cara de maluco e diz: A mulher mandou nimbora, tem que nim íh… Num tem mais jeito não…

A jovem mãe de mochila às costas cruza a praça empurrando com a mão direita um carrinho com um bebê… a mão esquerda é dada a um menino de uns sete anos. Eles vem em silêncio olhando à frente. Passam por mim. O garotinho vira pra mãe e diz tão somente: Horizontal… Voltam ao passeio silencioso.

A calçada em frente à farmácia tem um ajuntamento de entregadores, oito ou nove deles, a mesma calça azul e camisa vermelha, a mesma idade. Cadeiras de plástico branco em torno da mesa igual. Eles saltam, gritam e tem a atenção voltada pro centro da mesa onde dois deles disputam uma sensacional queda de braço.

A mais bela do dia passa por mim. Eu olho. Ela sorri e mexe nos cabelos louros. Na t-shirt dela está estampado Botafogo, em diagonal. Entro na papelaria. Lá dentro um vendedor comenta com outro que o Botafogo contratou o goleiro Roger do Santos. Aparece um terceiro botafoguense. Outro mais. Entro na roda e penso entoar “e ninguém cala, o nosso amoooooor…”.

Comments are closed.


Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.