Essas vacas

vaca.jpgSão quase engraçadinhas, essas vacas. A cidade está cheia delas. As pessoas passam, olham, passam a mão no rabo delas, comentam seus adereços. A parada começou em 1999, em Chicago, e de lá seguiu para centenas de outras cidades do mundo. Em toda a parte, depois da exposição, as peças vão a leilão e a grana arrecadada é doada para alguma instituição pública. No Rio vai para a Obra Social da Cidade. O site cowparade diz porém que elas têm um valor médio de US$ 25.000… Os trocadilhos são inevitáveis e talvez, para comprá-las, só fazendo uma vaquinha… Algumas são muito ruins, é verdade, e em geral não passam de piadinhas estéticas sem maiores pretenções. Conjugam-se as tribos, integram-se as cidades por onde elas passam. Tudo bem relaxa-e-goza. Mas têm lá o mérito de levantar essa graninha, sem dúvida. Na verdade elas pretendem retratar os próprios habitantes da cidade, bem ou mal, com suas peculiaridades bairristas, regionais. Por aqui temos vaca dondoca, de grandes óculos escuros e bolsa de grife (em frente ao Forum de Ipanema), vaca de biquini bebendo água de côco (na Praia do Leblon) vaca com os cascos sobre molas (em frente à Câmara dos Veradores), entre outras mais. Não espere encontrar vaca cheirando cola ou morrendo na fila de hospital público. Nem teremos vacas esquartejadas, em frente às churrascarias. Também não veja nelas nenhuma alusão a nossa condição de povo bovino, manso e passivo. Essas vacas vem apenas para nos entreter: fazem o seu showzinho e depois ruminam em outros pastos. No caso do Rio ficam até 26 de novembro.

Aqui você encontra fotos dessas vacas

Comments are closed.


Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.