Archive for the ‘Exposições’ Category

Cadê o Calder?!

calder1.jpg
Um dos grandes nomes da escultura moderna, Alexander Calder ficou conhecido como o criador dos famosos móbiles, esculturas abstratas compostas de módulos suspensos. Seus trabalhos estão presentes nos grandes museus e coleções do mundo e se caracterizam, sobretudo, pela sua leveza e por um lirismo quase pueril. Falecido em 1976, Calder tinha assim, um espírito brincalhão, meio moleque, e por isso se identificou muito com a cultura brasileira. Visitou o Rio em três ocasiões e em duas delas veio para montar suas individuais, que aconteceram no prédio do MEC em 1948 e no MAM em 1959.

O Paço Imperial inaugura hoje, dia 28, uma grande mostra em que apresenta o resultado da fértil relação entre o grande artista e a cidade, particularmente. A exposição apresenta móbiles, stabiles, esculturas, pinturas, desenhos e objetos do artista. Mas, como se trata de Rio de Janeiro, infelizmente temos que acrescentar uma nota triste nesta história. O Parque da Catacumba, ali na Lagoa, possuia há alguns anos um trabalho de Calder que, graças à usual parceria entre o desleixo governamental e a bandidagem de plantão sumiu, tomou doril… Se não foi derretida por algum imbecil — assim como a Jules Rimet — a escultura, que deve valer aí um montão de mil dólares, provavelmente deve estar decorando a varanda de algum bandido nacional ou estrangeiro.

Calder no Brasil I Paço Imperial: Praça XV, 48, Centro I Inauguração: terça, 28 de novembro 2006, às 18h30 [aberta ao público] I Em cartaz até 11 de fevereiro 2007 I Terça a domingo, das 12 às 18h I Entrada franca

foto: Calder fazendo careta pra Baía de Guanabara.

Cultura, descaso e chatice.

brdesign.gif

“Recebi um informe eletrônico via Universidarte que anuncia exposição de design brasileiro e outra de cultura japonesa. Mas o flyer não explica adequadamente do que se trata. Procurei no site do MNBA e sequer encontrei menção às exposições. Porque o descaso? É isto o que o governo federal chama de incentivo à cultura?”

Enviei este e-mail mal-humorado, mas acertado, para o setor de imprensa, para a diretoria, para a administração, para o setor de educação e até para a técnica — vai que algum técnico leia e passe o recado para o responsável enquanto se encontram no cafezinho…

Ninguém respondeu ao e-mail e até ontem não havia nada no site mas hoje fui lá e encontrei a referência à exposição de design japonês. A mostra abriu ontem e vai até 26 de novembro. A do design brasileiro, que seria inaugurada ontem, não é mencionada ainda.

Da série brincadeiras cariocas: Cidade Alta

Leia atentamente ao parágrafo abaixo e responda à questão:

“Perdi uma virgindade extra no sábado passado e essa minha primeira vez foi muito mais do que eu poderia esperar. Logo no primeiro encontro, ele se apresenta portentoso e me mostra suas escolhas raras, de tão bom gosto. Ele é delicado, elegante, suas roupas são de grifes internacionais e seus sapatos, desenhados com exclusividade pelos melhores estilistas do ramo. Ele conhece tecnologia como só os holandeses entendem e tem paladar apuradíssimo para sorvetes. Ele tem caminhos que fiz questão de desconhecer por tanto tempo, justamente porque sabia que poderiam me iludir. E iludiram. Ele me fez carinho desde a garagem e, ao entrar em sua casa, cada quarto seu me era um mundo inatingível, mas lindo de se admirar. E a cada passo dado por seus salões imensos de iluminação baixa, eu sonhava ainda mais com aqueles brinquedos todos, e me perguntava como diabos ele tinha aquilo tudo e continuava sendo assim, tão low profile. Concedi calada, mas com gosto, que ele me penetrasse com toda a elegância. Eu não tinha nada para oferecer, mas ele me quis ainda assim. E quando entrei em uma de suas salas de banho, foi aí que veio o gozo – eu era uma dama e tinha à minha disposição medicamentos, algodão, agulha, linha para tecido e até para cotton. E eu disse sim.”

Quem é esse carioca tão cheio de charme?

O vencedor ganha um beijo da Christiane Torloni e um abraço da Marília Pêra.

Boa sorte!

Tomou?

pronta.jpg

Vice-prefeito eleito na chapa de Cesar Maia (PFL), Otavio Leite tem orgulho de seu patrimônio legislativo: faz questão de dizer que é autor de 122 leis que estão em vigor na cidade e no Estado do Rio, depois de quatro mandatos parlamentares. A maioria delas, em defesa de interesses de deficientes físicos, medidas de estímulo ao turismo e regulamentação de adoção de áreas verdes. [Globo.com]

I-n-a-c-r-e-d-i-t-á-v-e-l. A boca-de-urna do cara é uma caixa de leite ambulante, espirrando leitinho de ladinho… Otavio Leite, sacô, sacô? Olha, não dá. Aliás, nem dando.

Até política no Rio de Janeiro vira atração turística.

Visita guiada

Conhecer o Rio por suas representações pode ser tão revelador quanto gastar sola de sapato, gasolina e RioCard zanzando por aí. Versos, fotos, livro, quadros, e até este blog podem valer por um bifinho (melhor, um cabritinho do Capela) quando se trata de entender que merda (com carinho, claro) é essa de Rio de Janeiro.

Duas expos que vi essa semana ajudam, meio de viés, a chegar lá. As duas estão no (na?) Caixa Cultural Rio, o centro cultural novo que abriu no Centro (Av. Almirante Barroso, 25).

Por ordem ascendente:

No térreo tem a “Fotografia brasileira contemporânea”. O título é um tanto auto-explicativo e não convém gastar preciosos bits de sua tela resumindo a expo. Quero falar das fotos que retratam o Rio. O saudoso Tivoli Park tá lá (foto de Cassio Vasconcelos), com um moleque, movimento circular dos brinquedos, balões pra cacete, numa imagem que sintetiza todas as memórias meio borradas que guardo do parque. As essência das antigas igrejas do Centro aparecem por completo na foto de Miguel Rio Branco – o cachorro na porta, o flanelinha extorquindo alguém que está indo para o casamento, a bela luz que vem de dentro da igreja.
(more…)

Anish Kapoor no Rio

english
kapoor.jpg

Abre amanhã no CCBB Rio, Ascension, a primeira exposição individual do artista indiano Anish Kapoor na América Latina. Nascido em 1954 em Bombaim, Kapoor mudou-se para a Inglaterra, onde vive e trabalha até hoje. Um dos mais influentes escultores de sua geração, ganhou o Prêmio Duemila, da Bienal de Veneza de 1990 e o Turner Prize, de Londres, de 1991, entre outros. A instalação Ascension, que dá título à mostra, consiste em uma coluna de fumaça que sobe do chão do atrium à cúpula da rotunda do centro cultural. Seu trabalho se caracteriza por levar o espectador a uma certa desorientação – ou reorientação – espacial, interferindo assim na percepção do tempo diante da obra. Além desta instalação serão apresentados mais nove trabalhos. Eu o considero um artista ímpar. É um daqueles que conseguiu criar um corpo de trabalho muito pessoal, muito específico. Seus objetos espelhados são clássicos. Ele constrói esculturas que são, ao mesmo tempo, extraordinariamente poderosas, em termos formais, mas ao mesmo tempo, inteligentes, mágicas e misteriosas. Kapoor é o cara.

foto: divulgação ccbb rio

Abre a porta, Teresa!!!

Neste fim de semana aconteceu a edição 2006 do Arte de Portas Abertas, em Santa Teresa.
Pra variar, um perfect day pra dar inveja em qualquer Lou Reed

ALMOST IN ENGLISH HERE

Bonde.JPG
NÃO PENSE duas vezes, caro leitor: vá de bonde!

Santa Teresa é passagem obrigatória pra quem vem ao Rio. Uma das regiões que mais temperam o imaginário da cidade, com seus sobrados de arquitetura antiga e o famoso bondinho, o bairro é marcado pela boemia e por um clima meio bicho-grilo, morou?, como se ainda estivéssemos nos anos 70.

Outra caracterísitica de Santa Teresa é o grande número de artistas que escolhem o bairro para morar. Eles estão por todo lado: são músicos, escritores, artistas plásticos ou tudo isso ao mesmo tempo, o que às vezes dá no saco, qualquer mesa de bar acaba virando palco pros mais exibidos, mas é impossível negar: Santa Teresa é um lugar bem divertido.

Há dez anos, num fim de semana do mês de julho, os ateliês do bairro (e eles são muitos) são abertos para a visitação do público, num evento chamado Arte de Portas Abertas. Estive lá no sábado com uns amigos e atesto com a humildade que me é devida: o programa continua imperdível.
(more…)

Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.