Archive for the ‘Noite’ Category

Filipeta-obituário

Imag002.jpg

Festa Junina na Bunker, a discoteca que já foi considerada (e se auto-denominou) the best club in town – e onde durante um bom tempo rolou a melhor programação de música eletrônica do Rio.

É, Velha Guarda: estamos testemunhando o fim de uma era.

Como destruir sua vida

É fácil: mude-se para um bairro com bares de merda.

Tomar um negocinho a alguns quarteirões de casa é uma alegria. Mas também não há nada pior que a conveniência do bar de merda só porque ele fica perto de casa. Agora à tarde, uma amiga muito querida me chamou pra ir à Cobal, no Humaitá, onde ela mora. Adoro a amiga, não mandaria explodir o Humaitá, mas detesto a Cobal. É botar o pé lá dentro e eu imediatmente me sinto casado, barrigudo, com filho e mulher me esperando em casa (pra mim a Cobal é uma espécie de Coccoon ao contrário).

A amiga é sábia e no telefonema se botou à disposição para negociarmos outro lugar. Sou péssimo nessas horas, porque a vontade é de gritar: “COPACABANA, MEU ANJO!”

Sim, é igualmente conveniente, porque eu me escondo aqui em Copa, mas acho que no caso o raciocínio é outro: eu moro em Copacabana TAMBÉM porque aqui tem bons bares, a começar pela Adega Pérola, o Supertrunfo da beberagem (nem vou linká-la hoje, é batata: dia desses eu volto ao assunto com dilicadeza num post-exaltação). Digo mais: até o bar ruim é bom em Copacabana.

Mas o Humaitá… O Humaitá é foda. Ipanema também: não há nada que comova, à exceção do Irish Pub (que era bem melhor na Ronald de Carvalho, faça-se justiça) e do Café e Bar Daniel Azulay (esse aí é um segredo, cubro com código, e só poderei revelar com a autorização da famiglia). E o Leblon… Bom, o Leblon é fraco: costumo andar na Dias Ferreira quando tenho saudade de São Paulo, e o Jobi e a Guanabara, porra… O Jobi e a Guanabara têm o bêbado do Leblon, essa farsa da noite carioca (outro que um dia volta num post-destruição).

Não vou passar o pente em todos os bairros, até porque vou acabar parando em Copa. Vou acabar parando na Pérola, mesa 5, embaixo do relógio. Monogâmico.

Rola um boato aí de que eu parei de beber. Não vou negar: faz quase três anos. Mas ainda sou um bêbado, e minha folha de serviços prestados em anos de dedicação exclusiva ao cotovelo molhado me dá uma certa legitimidade na presente análise, até quando eu peço um Guaraná Baré.

E de modos que na hora de escolher o boteco eu faço que nem o gato: só como o que conheço.

A noite chega em Copacabana

Atl%C3%A2ntica.jpg

Sexta-feira, 17:35 h, Avenida Atlântica, esquina com Figueiredo Magalhães – Playboys, malucos, gatinhas, prostitutas, modernos, gringos, hippies e alienados. É sexta feira. A noite chega em Copacabana. Take it easy.

I want to wake up in the city that never sleeps

Copacabana é o melhor lugar do Rio para se ter insônia. Em nenhum bairro da cidade os estabelecimentos comerciais fecham tão tarde. E em Copacabana estão concentradas as mais variadas opções de serviços 24 horas da cidade (bares, farmácias, supermercados e outras coisinhas mais picantes que fazem a fama mundial do pedaço).
Eu, por exemplo, adoro vadiar tarde da noite no Pão de Açúcar que tem aqui no quarteirão. Supermercado de madrugada é ótimo. Aquele monte de porcaria empilhada, de inutilidades pra tornar as coisas mais brancas e a vida mais divertida, como pregam os publicitários, aquilo tudo que as pessoas quase sempre comem e compram além do que precisam. Diversão garantida.
Supermercado vazio também me lembra o trabalho do Andreas Gursky, meu fotógrafo preferido, que eu acabei de plagiar no Pão de Açúcar.

24%20horas.jpg

Copacabana is the best place in town if you’re in trouble with sleeplessness. Here you can find a lot of 24 hour services, like bars and drugstores. I love to walk on a big supermarket close to my place when it’s 01:00 AM just to feel myself surrounded by the silence of a lot of stuff people think they need.
And it also remebers some of the work of my favorite photographer, the german Andreas Gursky.

Terms of use | Privacy Policy | Content: Creative Commons | Site and Design © 2009 | Metroblogging ® and Metblogs ® are registered trademarks of Bode Media, Inc.